web analytics
Início / Conteúdo / Pesquisa da Fiocruz alerta para efeitos do vírus da zika na saúde ocular de bebês

Pesquisa da Fiocruz alerta para efeitos do vírus da zika na saúde ocular de bebês

[ad_1]

Uma pesquisa da Fiocruz apontou que bebês nascidos de mães infectadas pelo vírus da zika durante a gravidez podem ter lesões oculares graves. Os danos podem ocorrer mesmo que os bebês não apresentem sequelas, como a microcefalia.

 

A autora do artigo, a oftalmologista pediátrica do Instituto Nacional de Saúde Fernandes Figueira, Andrea Zin, destacou que as lesões se não diagnosticadas precocemente podem comprometer seriamente a visão dessas crianças.

 

O estudo faz um alerta para a necessidade de repensar os critérios de realização dos exames de fundo de olho. Atualmente, ele é feito apenas nos bebês com microcefalia.

 

A especialista afirma que é preciso que todas as crianças expostas ao vírus da Zika durante a gestação façam o exame na triagem neonatal.

 

O trabalho envolveu a maior série de casos confirmados de exposição à zika. Além de Andrea Zin, participaram do estudo outros seis pesquisadores da Fiocruz.

 

Das 112 crianças acompanhadas do nascimento até os seis meses de vida, 46 não tinham diagnóstico de microcefalia. No entanto, 10 delas apresentaram lesões no exame de fundo de olho.

 

O estudo também revelou que, quanto mais cedo as gestantes tenham sido infectadas pelo vírus da zika, maior é a chance do bebê ter lesão ocular.

 

Cerca de 60% das gestantes que tiveram bebês com lesões foram infectadas ainda no primeiro trimestre de gravidez.

[ad_2]
Source link