web analytics
Início / Notícias / Filho, seleção e reserva; motivos que ajudam Atlético-MG na busca por Elias

Filho, seleção e reserva; motivos que ajudam Atlético-MG na busca por Elias

O Atlético-MG não conta somente com o aspecto financeiro para repatriar Elias, atualmente no Sporting, de Portugal. Há outros pontos que favorecem o clube nesta negociação.

O primeiro fato foge ao âmbito profissional. O segundo filho do volante está prestes a nascer. Ele, inclusive, tem viagem marcada para o Brasil. No país ele acompanhará o parto de seu mais novo herdeiro.

De acordo com pessoas ligadas ao meio-campista, a expectativa é que ele desembarque em São Paulo até a próxima sexta-feira (20) para assistir ao procedimento da esposa Paula Carvalho. O atleta já é pai do jovem Davi.

A questão envolvendo a volta do jogador passa também pela “infelicidade” do atleta em Portugal. Reserva da equipe comandada por Jorge Jesus, Elias está disposto a aceitar uma transferência para o futebol brasileiro para ter mais minutos em campo.

Em Lisboa, o meio-campista de 31 anos atuou 16 vezes, sendo apenas seis partidas na condição de titular, uma delas pela atual edição da Champions League. O atleta ainda estufou as redes adversárias em duas oportunidades.

Segundo pessoas próximas ao estafe de Elias, a volta é vista com bons olhos também porque o jogador crê que pode receber novas oportunidades na seleção brasileira. Tite, atual comandante da equipe nacional, é fã do trabalho do jogador.

Apesar do desejo do meio-campista em retornar ao Brasil, mais especificamente ao Atlético, há um impasse na negociação. Hoje, o Sporting quer receber 3 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões) para liberá-lo em definitivo, enquanto o Galo vislumbra a negociação em outros moldes. Os mineiros querem o empréstimo do atleta.

Elias ainda tem compromisso vigente com o clube português. Contratado junto ao Corinthians por 3 milhões de euros (R$ 10,8 milhões à época) em agosto passado, o volante assinou vínculo até julho de 2018 e, mesmo sem jogar, segue valorizado pelos lusitanos.

UOL